logo radio web ufpa

Cinema de horror e séries televisivas é o tema do Escurinho do Cinema desta semana.

O bate papo é com a pesquisadora Márcia Heloisa Gonçalves. A convidada tem formação em Direito, mas se rendeu ao estudo das Letras, área em que tem mestrado pela Universidade Federal Fluminense, do Rio de Janeiro.

Apesar de ter como base a literatura, a pesquisadora faz um diálogo entre livros e filmes. Aficionada por cinema, Márcia Heloisa Gonçalves estuda o Horror.

Marca do século vinte, o gênero foi disseminado em larga escala como produtos culturais que continuam relevantes até hoje. Um exemplo é Drácula, lançado em 1897, pelo autor irlandês Bram Stoker.

Para Márcia Gonçalves, por ser considerada um clássico de referência na literatura de horror, a história teve adaptação para o cinema na década de 30. Com a interpretação do ator Bela Lugosi, a produção ampliou a experiência com o mundo de horror criado por Bram Stoker.

Durante o papo, Márcia Gonçalves explica como suas pesquisas começaram na literatura e desaguaram no cinema. Ela fala ainda da análise do gênero, em que após o primeiro contato, observando aspectos mais específicos como o banho de sangue e os sustos, percebe-se que o horror é um espaço de elaboração de trauma, lugar de expurgo, características marcantes nas narrativas de horror estadunidenses, que versam sobre temas entre segregação social, violência e guerra, com um viés monstruoso, sobrenatural.

A pesquisadora ainda fala sobre as séries televisivas, a ligação do gênero de horror para a memória, a aproximação da história do horror com a psicanálise e muito mais.

O Escurinho do Cinema dessa semana está imperdível! Acompanhe o programa nos seguintes dias e horários:

  • Sábado (22/04) – 17h;
  • Domingo (23/04) – 20h;
  • Terça-feira (25/04) – 17h;
  • Quinta-feira (27/04) – 14h.